18 de julho

O Papagaio (passarinho) do Homem.
Um sujeito muito bem vestido entra no restaurante mais luxuoso da cidade, cercado de mulheres esculturais e carregando um “loro” no ombro.

A cena chama a atenção de todos os presentes e imediatamente um garçom vem atendê-lo.
-Por favor, sirva bebidas à vontade para as garotas e para o papagaio traga a sua melhor e maior refeição. – pede o elegante cliente.
Apesar de achar estranho, o garçom atende o pedido com perfeição e, logo depois, vê as garotas bebendo e o papagaio comendo de maneira desesperada.
Um dia depois a cena se repete. E de novo o garçom observa tudo intrigado, as mulheres bebendo e o papagaio comendo desesperado.
Terceiro dia e distinto sujeito volta ao restaurante, com mais belas mulheres e o mesmo papagaio no ombro. Como antes, o pedido se repete, bebida para as mulheres e comida para o passarinho. Desta vez, o garçom não consegue conter a curiosidade e pergunta ao cliente:
-Senhor, desculpe-me a indiscrição… Mas eu poderia fazer-lhe uma pergunta?
-Nem precisa. –antecipa-se o cliente – Eu já sei.

Você quer saber porque trago as mulheres e um papagaio que come tanto. Não é!?
Como era exatamente isto, o garçom concorda com a cabeça.
-Bem… – começa a explicação o cliente

– Um dia, anos atrás, eu estava caminhando pela rua e encontrei uma lâmpada mágica. Sem pensar direito, esfreguei e saiu um gênio que disse para eu fazer três pedidos.

Primeiro eu pedi para ter muito dinheiro e hoje tenho uma das maiores fortunas do país.

O segundo desejo foi para viver cercado de lindas mulheres, então o gênio mandou-me todas estas esculturais e fogosas modelos.

Então, por último, fiz o terceiro pedido: queira ter um “passarinho” que conseguisse comer tudo! E… o maldito gênio entendeu errado e mandou esse papagaio fdp, que só pensa em comida…
*


Largado por Zoto | Largue primeiro

                                          

17 de julho

Abraão, o grande patriarca de várias “fés”, levou seu filho mais velho
para o deserto, amarrou-o a uma árvore e começou a preparar uma
fogueira em volta.
Quanto está pronto para atear fogo, ele ouve uma voz que parecia vir
do nada:
– Abraão, o que você está fazendo?
– Eu, Senhor,… eu vou sacrificar meu filho, conforme a Seu desejo!
– Pode ir parando! Eu só estava testando sua fé!
– Mas Senhor…
– Nem mais, nem menos! Solta já esse garoto!
Então Abraão soltou o garoto. O filho saiu correndo para longe,
enquanto Abraão gritava para ele:
– Volte, volte meu filho. O Senhor te salvou!
O garoto parou e, já bem longe, respondeu gritando também:
– Salvou o cacete! Se eu não fosse ventríloquo essa hora eu tava
f#dido!

**


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 2 )

                                          

16 de julho

A mulher era cheia de truques e simpatias com os filhos. Para acabar com um soluço, por exemplo, ela amarrava uma fita com uma medalhinha no pipiu do nenê. Sempre dava certo. Um dia, o marido cai na farra e chega no maior porre em casa, soluçando que nem um desgraçado, acordando todo mundo. A mulher não teve dúvidas, amarrou a fita com a medalha no pipiu do marido, que dormiu como um anjo.

No dia seguinte, quando ele acorda, a mulher pergunta:

– Por onde andou, seu safado?
– Ihhh… sei não. Só sei que tirei o primeiro lugar!

**


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

14 de julho

A mamãe-camelo estava com seu filhote camelo, ambos descansando na relva. Até que o filhote pergunta: “Mamãe, por que você tem esses dedos enormes nos pés?”

A mãe responde: “Bem, meu filho, quando nós temos que atravessar o deserto, esses dedos grandes nos ajudam a pisar na areia com mais força”.

Dois minutos depois, o camelinho pergunta: “Mamãe, por que você tem esses cílios tão enormes?”

“São para evitar que entre areia nos nossos olhos quando há tempestades de areia no deserto”, diz ela.

E mais uma vez ele pergunta: “Mamãe, por que nós temos essa corcunda tão grande nas costas?”

“É para nos ajudar a armazenar água quando temos que atravessar grandes distâncias pelo deserto, então podemos ficar sem beber água por longos períodos.”

“Então nós temos dedos grandes para não afundar na areia, cílios grandes para não entrar areia nos olhos e corcunda para guardar água enquanto estamos no deserto?”

“Sim, querido”, diz a mãe.

“Então o que estamos fazendo no zoológico de Belo Horizonte?”

**


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

13 de julho
Após um exame de rotina, o médico perguntou ao idoso: “Você parece estar com uma saúde boa. Há alguma dúvida ou preocupação médica que você queira me perguntar?
“Na verdade, eu tenho uma pergunta sim”, disse o velhinho. “Sempre que faço amor com minha esposa, na primeira vez que terminamos eu costumo ficar com calor e suado, e depois de fazermos amor pela segunda vez, geralmente fico com frio e arrepiado.”
Depois de examinar a esposa do idoso, o médico disse: “Parece que está tudo bem. Você tem alguma preocupação médica que gostaria de falar comigo? ”A senhora respondeu que não tinha perguntas ou preocupações.
O médico então disse a ela: “Seu marido compartilhou comigo uma preocupação incomum. Ele disse que sente bastante calor e fica suando muito depois de fazer amor com você pela primeira vez, e que sente frio e arrepios após a segunda vez. Você sabe por que isso tem acontecido com ele?”
“Ah, aquele velho doido …” ela respondeu.
“Isso é porque a primeira vez geralmente é em dezembro, e a segunda vez é em junho, ou seja, uma no verão e outra no inverno, doutor!”
**
**

Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

12 de julho

Uma bela garota alemã casou-se com um brasileiro, e eles viveram felizes para sempre na cidade dele.

A pobre moça não se expressava nada bem em português, mas conseguia se comunicar com seu marido. O grande problema surgiu quando ela teve que comprar comida.

Um dia, ela foi ao açougueiro para comprar coxas de frango. Ela não sabia como fazer o seu pedido, então, no desespero, cacarejou feito uma galinha e levantou sua saia para mostrar as coxas. O açougueiro entendeu e lhe vendeu as coxas de frango.

No dia seguinte, ela precisava comprar peitos de frango. De novo, sem saber como se expressar, ela cacarejou como uma galinha e desabotoou sua blusa para mostrar seus seios ao açougueiro, que entendeu e lhe vendeu os peitos de frango.

No terceiro dia, a pobre garota precisava comprar linguiças. Incapaz de encontrar um jeito de fazer o pedido, ela trouxe o marido até o açougue…

(Role a página para baixo)
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*

Você pensou besteira, né?  

O marido dela fala português!!

**


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 2 )

                                          

11 de julho

Samir viaja para uma cidade grande onde vai fazer compras para a loja de secos e molhados. Chegando lá ele conhece uma mulher maravilhosa, e fica loucamente apaixonado.
Na manhã seguinte, envia um telegrama para sua esposa:
-Sarita, ficarei uma semana fazendo compras.

Passou a semana, ele decide mandar outro telegrama:
-Sarita, ainda vou precisar de mais uns quinze dias para as compras.

No dia seguinte, chega a resposta de Sarita:
-Não se preocupe, Samir. Pode ficar o tempo que quiser.
O que você está comprando por aí eu estou dando de graça aqui.
*


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

10 de julho

Copa do Mundo no Céu

Satanás e São Pedro acertam os últimos detalhes para a grande final do Campeonato Celestial de Futebol.

Como todos sabem, São Pedro é puro e honesto. Não sabe esconder o jogo, como se diz por aí. Ao final da reunião, ele diz a Satanás:
– Olha, não posso enganar vocês. Vocês não têm a menor chance. Todos os melhores jogadores de futebol são ingênuos, puros e honestos. Estão todos eles em nosso time.
– É, é? – diz Satanás.

– E onde é que você pensa que estão os juízes?
**


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

9 de julho

No interior de São Paulo, em uma noite muito escura, um grupo de políticos voltava de um comício em um ônibus. Começa uma chuva intensa e o motorista perde o controle do veículo. O acidente é bem feio, o ônibus sai da estrada e despenca uns dez metros de uma ponte, caindo no pasto de uma fazenda.

Com a barulheira, o fazendeiro acorda e vai investigar o que está acontecendo.

Chegando no local encontra uma cena horrível. Mais que depressa, pega o trator e cava um buraco fundo para enterrar os corpos ali mesmo.

Uma semana depois, um policial vai falar com ele para obter informações do acidente. Começa perguntando:

-Onde foram parar os políticos?

-Uai!? Eu enterrei todos naquele num buraco, ali onde dá pra ver o monte de terra em cima.

-Mas estavam todos mortos? – pergunta o homem da policia intrigado.

-Bom… tinha uns dizendo que não… mas o senhor sabe como esse políticos são mentirosos, não é mesmo?

*


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 2 )

                                          

8 de julho

O sujeito estava viajando de ônibus e nos bancos atrás dele ia um casal de namoradinhos cheios de dengo.

O rapaz apertou a bochecha da namorada e perguntou:

-Dói môr?

-Dói sim.

Aí, ele deu um beijo na bochecha dela e perguntou:

-E agora?

-Agora passou, meu amor.

Em seguida, ele apertou a pontinha da orelha da garota:

-Dói?

-Dói sim.

Ele não teve dúvidas. Deu-lhe um beijo na pontinha da orelha e perguntou:

-E agora?

-Agora já passou, meu anjo.

Aí, o sujeito do banco da frente, já de saco cheio com aquela lenga-lenga, virou para traz e perguntou ao rapaz:

-Escuta aqui, Dr. Beijo Milagroso… Curas hemorróidas?

*


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 2 )

                                          

7 de julho

Um rapaz ganhou um casal de papagaios, mas não sabia qual era o macho e qual era a fêmea, pois os dois eram iguaizinhos.

Ficou pensando e decidiu que, quando os dois estivessem tendo um “rala e rola”, rasparia a cabeça do que estivesse em baixo, para poder saber qual era a fêmea. Mal sabia ele que na realidade eram dois machos.

Demorou muito tempo e ele não conseguia flagrar os bichos durante o “ato”. Até que um belo dia começa o maior “rala e rola” e o dono chega na hora exata.

Imediatamente o cara cumpre o que havia planejado e raspa a cabeça de um dos papagaios, assim ficava sabendo qual era o macho e qual era fêmea do casal.

No domingo seguinte, um amigo careca vem visitar o do rapaz e os dois papagaios caem na risada:

-Curupaco! Também te pegaram dando o c# né?! -kakakakaka!

Papagaios
.


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

5 de julho

(Esta é uma história tida como real, registrada na Polícia de Sarasota, Flórida, EUA)

Uma senhora idosa, na Flórida, fez as suas compras e, ao retornar ao seu carro, encontrou quatro homens saindo com o seu veículo. Largando as compras, ela sacou sua arma, gritando a plenos pulmões: “Eu tenho uma arma, e sei usá-la! Saiam já do meu carro!” Os quatro homens não esperaram por uma segunda ordem e saíram correndo como doidos.

A senhora, bastante agitada, começou a colocar as compras no banco de trás e, feito isto, sentou-se ao volante. Estava tão nervosa que não conseguia colocar a chave na ignição. Tentou várias vezes sem sucesso, até que ela entendeu por quê não conseguia. Era pelo mesmo motivo que havia uma bola de futebol, um taco de beisebol e uma embalagem com 12 latas de cerveja no assento da frente.

Minutos mais tarde, ela encontrou o seu carro estacionado uns 5 espaços adiante. Ela colocou suas compras no carro e dirigiu-se até a Delegacia de Polícia para registrar o seu engano. O sargento a quem ela relatou sua história não conseguia parar de rir. Ele apontou para a outra ponta do balcão, onde quatro homens pálidos estavam registrando um roubo de carro feito por uma anciã maluca, com menos de 1,55, cabelos brancos e encaracolados, usando óculos e portando um enorme revólver. A queixa foi retirada.

Moral da história? Se você tiver um “momento senil”, que seja em grande estilo!

Enviada pelo site TUDO POR E-MAIL

**


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 3 )

                                          

4 de julho

Um senhor de idade estava comendo em uma parada de caminhão, quando três motoqueiros entraram.

O primeiro aproximou-se, apagou o cigarro na torta do velho homem e sentou-se no balcão.

O segundo aproximou-se, cuspiu no leite do velho e depois sentou-se no balcão.

O terceiro caminhou até o senhor, virou o prato em que comia e depois sentou-se no balcão.

Os espectadores ficaram completamente chocados com o comportamento dos motoqueiros, mas o velhinho não parecia estar muito incomodado.

Sem nenhuma palavra de protesto, o idoso deixou silenciosamente o restaurante.

Pouco depois, um dos motoqueiros disse para a garçonete: “Esse coroa não é muito macho, né?”

A garçonete respondeu: “Nem macho, nem bom motorista. Acabou de passar com sua betoneira carregada por cima de três motos paradas no estacionamento do posto”.

**

 


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

3 de julho

Dois amigos conversavam, quando surgiu na mesma rua um outro homem. Diz um deles:
– Vai ali um homem que tem feito muito para levantar o povo.

– É algum revolucionário, agitador? Um político em quem confiar? – pergunta o outro muito interessado.

Explica o primeiro:

– Não, é um fabricante de despertadores…

**

**


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

2 de julho

Um casal de velhinhos recebeu a visita de outro casal também de velhinhos para jantar.

Depois da refeição, as esposas deixaram a mesa e foram para a cozinha.

Os dois senhores foram para a sala para conversar. Um deles disse:

-“A última vez que nós saímos para jantar em um restaurante foi muito bom! Eu recomendo!”

O amigo perguntou:

-“É mesmo? Qual o nome do restaurante?”

O velhinho pensou, pensou, pensou, e finalmente disse:

-“Qual o nome daquela flor que nós costumamos dar para as pessoas que amamos? Sabe aquela, vermelha? Qual o nome mesmo??”

O amigo responde:

-“Você quer dizer Rosa?”

“Isso, isso mesmo!”, diz o velhinho. Então ele vira o rosto para o cozinha e diz alto:

“Rosa, querida, qual o nome daquele restaurante que nós fomos semana passada?”

**

 


Largado por Zoto | 1 largado comentou