13 de novembro

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A PEC 287/16 tem o potencial de transformar o Brasil no pior país para se aposentar ou esse é mais um discurso populista?

Parte IV

FIM DOS PRIVILÉGIOS

 

O fim dos privilégios a servidores públicos deveria ser uma das “cláusulas pétreas” durante as negociações da Reforma Previdenciária, mas o Deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), relator da proposta, vêm encontrando uma grande dificuldade de diálogo e forte resistência de partidos e entidades ligados ao funcionalismo público no país.

 

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 4 )

                                          

12 de novembro

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A PEC 287/16 tem o potencial de transformar o Brasil no pior país para se aposentar ou esse é mais um discurso populista?

Parte III

CRISE NA PREVIDÊNCIA – A RAIZ DO PROBLEMA

 

O IBGE em 2016 estimou que existe 138 milhões de brasileiros em idade laboral, de 16 a 60 anos de idade. Destes, só 38 milhões e 600 mil possuem carteira assinada (celetistas), 11 milhões são funcionários públicos, totalizando  apenas 49 milhões de contribuintes previdenciários.

 

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largue primeiro

                                          

11 de novembro

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A PEC 287/16 tem o potencial de transformar o Brasil no pior país para se aposentar ou esse é mais um discurso populista?

Parte II

QUEM DEFENDE O BRASIL

 

No Congresso, a oposição denuncia que o atual governo federal é refém do mercado financeiro, preocupado tão somente em gerar lucros para grandes instituições bancárias, sem se preocupar com os trabalhadores. Para eles, prova disso, é a reforma da previdência. Desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, partidos de esquerda se uniram e se alinharam em um claro boicote à agenda reformista proposta pelo planalto, em nome da defesa dos trabalhadores. Mas, a cada dia fica mais nítido, que a verdadeira intenção é apenas gerar atrasos e conflitos, além de barganhar cargos e salários com o atual governo, num grande balcão de negócios.

 

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 2 )

                                          

10 de novembro

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A PEC 287/16 tem o potencial de transformar o Brasil no pior país para se aposentar ou esse é mais um discurso populista?

Parte I

Após o presidente Michel Temer ganhar a guerra de braços no congresso nacional e conseguir adiar para janeiro de 2019 que suas denúncias cheguem ao judiciário, uma nova discussão ganha força e toma as ruas, dividindo opiniões, é a Reforma da Previdência (PEC 287/2016).

 

 

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 6 )

                                          

15 de setembro

EXPOSIÇÃO “QUEERMUSEU” ARTE OU CRIME?

Exposição foi cancelada pelo Santander Cultural após diversos protestos nas redes sociais que acusaram a mostra de incitar pedofilia e zoofilia. Para curador da mostra o que ocorreu foi censura.

 

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 12 )

                                          

19 de Maio

“Patmos” &  O tiro da esquerda que saiu pela culatra!

Clara estratégia oportunista de petistas para evitar a prisão do Lula e tê-lo como candidato a presidente numa possível eleição direta em 2017, não dá certo!

 

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 13 )

                                          

3 de Maio

Reforma Trabalhista – Parte IV

Alguns meios de comunicação se utilizam de títulos “pseudo contrários” a reforma trabalhista, para gerar acesso na em seus links e compartilhamento nas redes sociais. Este é o caso da notícia veiculada na Revista Exame online de 28 de abril com o título: “14 mudanças da reforma trabalhista na CLT que pouca gente sabe”

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 4 )

                                          

2 de Maio

Reforma Trabalhista – Parte III

 

Essa proposta, que ainda passará pelo Senado, é uma revolução na relação entre empregado e empregador.

 

3º Parte: Ações Trabalhistas & Justiça do Trabalho

 

A proposta de Reforma Trabalhista que está em tramitação delimita ações trabalhistas e propõe diminuir o número de ações na Justiça do Trabalho, que atualmente está próximo de 3 milhões. Hoje, muitas das ações, tem por motivo cobrança de verbas rescisórias, pagamento de horas extras, adicional de insalubridade e recolhimento de FGTS.

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 7 )

                                          

1 de Maio

Reforma Trabalhista – Parte II

Essa proposta, que ainda passará pelo Senado, é uma revolução na relação entre empregado e empregador.

PARTE II

Outros pontos da Reforma

A reforma trabalhista vem para modernizar e desburocratizar a relação entre empregado e empregador, colocando na mão do trabalhador o poder de definir como será sua relação de trabalho com a sua empresa. Para comprovar, basta entender que a espinha dorsal da reforma é prevalecer o “acordado” sobre o “legislado” (isso é o que está sendo muito criticado porque acham que o trabalhador perderá direitos, mas não é bem assim que ocorrerá, já que nada poderá ser feito sem um acordo com o sindicato e homologação pela Justiça do trabalho) Mas, porque isso, prevalecer o “acordado” sobre o “legislado”, se a constituição já prevê os acordos coletivos de trabalho?

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 3 )

                                          

30 de Abril

Reforma Trabalhista – Parte I

 

Essa proposta, que ainda passará pelo Senado, é uma revolução na relação entre empregado e empregador.

 

1º Parte: 

O que a ESQUERDA não mostra

 

Em primeiro lugar é preciso esclarecer que os sindicatos continuarão existindo, o que deixará de existir é a “Contribuição Sindical Obrigatória”, no qual era descontado em folha do trabalhador o valor de um dia de trabalho e no caso dos empregadores um percentual do capital social e repassado diretamente ao sindicato de classe.  A reforma também retira a necessidade de homologação da rescisão pelo sindicato, para quem tem mais de um ano de empresa, valendo a assinatura firmada entre o empregador e o empregado. E caso os trabalhadores não estejam satisfeitos com seu sindicato, este poderá ser substituído por um Comitê de Trabalho, dentro da empresa.

Leia mais


Largado por Kendra Chihaya | Largados Comentaram ( 2 )