14 de janeiro


Largado por Zoto | largados comentaram ( 11 ) | Visualizações: 106


11 respostas para “TRIBUNA LIVRE”

  1. Anonimo disse:

    Todo mundo fez a festa no Flu, menos o Mengão.

  2. Anonimo disse:

    Assédio moral é um tipo de violência em que determinada pessoa humilha, constrange, ofende e ataca a dignidade de outra. O assédio moral no trabalho consiste na exposição prolongada e repetitiva dos trabalhadores a situações humilhantes e vexatórias.
    Isso é muito abstrato.
    A dureza no comando pode ser considerada assédio. Se exagerada
    pode sim.

  3. Anonimo disse:

    Enquanto isso Ternura aguarda o momento propício para postar
    as noticias e quiçá a frase do dia.

  4. Máximo Ternura disse:

    E Quiçá. Isso é uma bixooooooooona.

  5. Anonimo disse:

    E a coisa ficou tão difícil que até o Beto esqueceu-se do se antigo affair.

  6. Anonimo disse:

    Adamastor?
    quié bem…
    Tõ afim de encarar um paio.

  7. Anonimo disse:

    E o Magnólio tinha uma máxima de que homem não pode ser amigo de mulher.
    Ele sempre quer comer.
    Por isso, não entende a grita atual de atrizes.
    Ora pois,é sabido que o cara sempre quer comer…
    Será se a máxima do Magnólio não pega mais nos dias atuais.

  8. Jacomino Pires disse:

    Pelo menos um pouco de alegria na internete.
    Trata-se das piadas e memes na foto que traz o Muricy Ramalho e seu computador que parece aquele compaq que o M.T. disse que recolheu aos recicláveis.
    Materia na Globo-monitor retro.

  9. Jacomino Pires disse:

    Café Otto,
    sabor notável
    e de qualidade

    Com quase 100 anos de história, o Café Otto nasceu na região de Florianópolis, em Santa Catarina e virou queridinho no Brasil e na Europa na década de 50 por conta de seu cultivo “sombreado” – plantado sob árvores – que dava um sabor muito especial à bebida.

    O Café Otto era tão notório na época que ganhou até música: “Que cafezinho gostoso”, do cantor e compositor Zininho.
    SABE QUE EU NUNCA TOMEI UM CAFÉZINHO OTTO.

  10. Anonimo disse:

    EU NÃO ME LEMBRO DO CAFÉ MAIS GOSTOSO QUE TOMEI MESMO PORQUE NUNCA FUI UM SPERT.
    LEMBRO-ME QUE O CAFÉ PELÉ ERA RUIM, O CAFÉ DAQUELES QUIOSQUES DA VILA MALDITA ERAM INSUPERÁVEIS. E O CAFE QUE A VIZINHA FAZIA QUE EU SENTIA O CHEIRO LONGE, ERA INESQUECÍVEL, CERTA VEZ TIVE CORAGEM E PERGUNTEI, ELA DISSE QUE ERA MELITA.

  11. Máximo Ternura disse:

    Unica coisa que tu gosta do café é o PILÃO.

Largue aqui