24 de março

“Uma tragédia como a brasileira nao é obra do acaso mas sim de um esforço determinado de décadas”


Largado por Zoto | largados comentaram ( 10 ) | Visualizações: 227


10 respostas para “FRASE DO DIA”

  1. JOELMO disse:

    Augusto Nunes da jovem pan também desabafa.
    Como diria um jargão judiciário antigo, só resta o jus sperniandi.
    Ou seja, o direito de espernear.

  2. Jacomino Pires disse:

    Se os fins não justificassem os meios , não haveria o Vaticano.

  3. Chimbinho disse:

    Frase boa para ser comentada.
    Nem o Zé , peculiar naufragado esquerdista se apoia em argumentos
    para contradizer o que o adendo da frase contém.
    Todos estão calados, não vivemos num regime democrático de liberdade de cada um dizer o que pensa sobre o assunto ou coisas, até o próprio escrito é minucioso e adstrito exclusivamente ao assunto para não dar qualquer margem a considerar ofensivo a pessoas ou que por ilação ou direta contrariar o que foi decidido.
    Moro de herói a vilão uma escada vertiginosa descida abaixo , uma escada de cujos degraus se perdem no nimbo da hipocrisia e do desideratum , morre uma candidatura e nasce outra.
    O que esperar do nosso Brasil , para os mais velhos pouco tem a perder, para os mais novos são lições do que não se deve fazer.

  4. Zoto disse:

    Como perpetuar a corrupção em 8 passos

    Imagine que você fosse um político corrupto e alguém o pegasse com a boca na botija. Imagine também que você soubesse que seus colegas de partido e seus adversários políticos fossem tão corruptos quanto você. O que você faria para se safar?

    Talvez, uma boa estratégia envolvesse os seguintes passos:

    1. Convença seus apoiadores que denúncias de propinas de empreiteiras ou rachadinhas, se forem contra você, são perseguições políticas, não questões de Justiça e combate à corrupção;

    2. Argumente que qualquer um que o investigar e julgar só pode o estar perseguindo;

    3. Fomente, ao máximo, a polarização política e a demonização de seus adversários. Eles, obviamente, só podem contra você por suas infindáveis virtudes ao defender seus apoiadores, que sem sua liderança iluminada, seriam massacrados por estas forças do mal. Assim, não importam as evidências seus aguerridos apoiadores estarão sempre a seu lado;

    4. Denuncie e reverbere a corrupção de seus adversários políticos. Esta, talvez, seja a parte mais fácil. Eles estão tão enlameados quanto você. Encurralados, eles adotarão a mesma estratégia que você. Resultado? Mais polarização e um objetivo comum: impedir que investigações, julgamentos e punições avancem. Mais cedo ou mais tarde, novos ministros para as cortes superiores e lideranças para o Ministério Público terão de ser indicadas;

    5. Aí, é só esperar a máquina a funcionar a seu favor. Com a classe política unida em uníssono contra o combate à corrupção, é só questão de tempo e você retornará redimido e, como a Fênix, com a plumagem mais exuberante do que nunca;

    6. Em algum ponto, as investigações perderão sua independência política;

    7. Em outro, a Suprema Corte – toda indicada por políticos – vai querer eliminar “excessos” – das investigações, é claro; não da corrupção. Daí a anular eventuais condenações será só um pulinho;

    8. Gran finale: inverta os papeis. Transforme em bandido quem o investigou e julgou. Com apoio maciço de políticos da esquerda à direita, isso não será difícil. Com você e outros corruptos mais livres do que nunca e juízes e procuradores como réus, quem ousará investigar e punir corrupção neste país?

    Ricardo Amorim

  5. meninorio disse:

    A distorção de fatos que os bolsonaristas e os ressentidos, raivosos e problemáticos fazem é quase um crime. O juiz dirige os trabalhos da acusação, o que já seria um escândalo em qualquer parte do mundo, só nas ditaduras acontece isso, seja de esquerda ou de direita. O juiz aceita cargo de ministro no futuro governo de quem ele acaba de retirar o maior adversário do páreo, divulga na véspera da eleição um depoimento, que mesmo já tendo sido dispensado por não trazer nada de novo e que nem conseguiu provar nada, só para prejudicar o maior concorrente do futuro presidente, seguiu no grampo da então presidente com o ex-presidente Lula, mesmo sabendo que era para não seguir, que não seria legal, impede a defesa de acessar os processos para formular a defesa, a acusação fazendo power point sem nenhuma prova concreta como fez o procurador, só com indícios e elucubrações, tudo foi julgado em Curitiba, mas o fórum adequado seria o Rio, sede da Petrobrás ou no DF, e vocês ainda acham que o juiz não era suspeito, que não era imparcial? se não for ingenuidade, é má-fé. Nem se fala da Vaza-Jato, que é escandaloso. Em qualquer lugar do mundo o processo seria anulado.
    O resultado não poderia ser outro: anula tudo e redistribui o processo para ser julgado nas varas e locais corretos. Ninguém passou a mão no ex-presidente. A tentativa do Ministro Fachin foi de salvar a Lava-Jato e não o ex-presidente. Agora, a justiça pode ser feita, mesmo que seja condenado de novo. Leiam e aprendam um pouco de Direito. Leiam jornais. Pode acontecer com vocês também, serem julgados por um juiz parcial. Vai fazer bem a vocês

  6. Chimbinho disse:

    RECURSO INADEQUADO — “O habeas corpus não é remédio adequado para que avalie a suspeição de um juiz, neste sentido já decidiu este tribunal em inúmeros precedentes. A causa da suspeição deve ser exterior ao processo. As noções de diálogos relacionados à tramitação da própria causa judicial ou de causas similares não devem, em princípio, gerar suspeição” — disse Nunes Marques.

  7. flavio disse:

    Eleitores da esquerda:

    Bandidos de todas as espécies
    Estupradores
    Assaltantes
    171
    Caloteiros
    Gente sem caráter
    ETC…

    Você acredita que gente desse tipo votaria em um candidato que fosse conservador, patriota, etc? Além disso, que eles iriam querer um país com leis severas, com punição ao salafrários?

    Infelizmente é a realidade, a sociedade do lixo não apoiará nunca alguém que queira mudança.

  8. Masculino disse:

    Itália foi mais prática e ágil: matou logo o juiz. Por aqui, irão cozê-lo em banho Maria.

  9. Zoto disse:

    Leguleio do Rio parece não ter lido sobre prescriçao de crimes praticados pelo corrupto idoso.

  10. Ferdinand disse:

    Quem comemora a impunidade é a Família Bolsonaro, os mesmos que se elegeram prometendo acabar com a corrupção, mas elevou a roubalheira a um patamar nunca visto no Brasil… das rachadinhas a imóveis de luxo, da milícia ao extermínio dos brasileiros, claro que sem deixar de colocar a Polícia Federal para defender interesses próprios e familiares, esculachando até ministro que foi contrário a esse crime. A impunidade é regra no Brasil, da esquerda à direita, e trouxa é quem acreditou em Lula e em Bolsonaro. Eles riem de nós.

Deixe um comentário

*