13 de agosto

O padre encontra-se no jantar de despedida pelos 25 anos de trabalho ininterrupto à frente de uma paróquia numa pequena cidade.

E discursa:  — Quando cheguei aqui e ouvi a primeira confissão de um paroquiano, fiquei com uma péssima impressão desta comunidade.

E então começa um burburinho entre os participantes do evento.

E o padre continua: — Essa pessoa confessou que na infância roubou um aparelho de TV e dinheiro dos pais.

Depois, no primeiro emprego, também pegou dinheiro da empresa onde trabalhava, além de ter aventuras amorosas com a esposa do chefe! E, vejam bem, o sonho dele era ser político só para ter uma vida boa!

O salão inteiro começa a falar sobre o assunto, mas o padre para amenizar, muda o discurso:

— Mas, com o passar do tempo, entretanto, conheci ótimos paroquianos, responsáveis, com valores morais, comprometidos com sua fé.

E foi desta maneira que tenho vivido os 25 anos mais maravilhosos de meu sacerdócio nesta bela cidade…

Nesse momento, a porta do salão abre e o prefeito entra ofegante, atrasado, pois ele também discursaria na despedida do padre.

Ele entrega o presente da comunidade em agradecimento a tudo que o pároco havia feito por eles. Pede desculpas pelo atraso e começa o discurso:

— Nunca vou me esquecer do dia em que o padre chegou à nossa paróquia.

Como poderia? Eu tive a honra de ser o primeiro a se confessar com ele!


Largado por Zoto | 1 largado comentou | Visualizações: 76


Uma resposta para “É VELHA, MAS É BOA”

  1. Jacinto Pulga disse:

    Boa.

Deixe um comentário

*