26 de maio

O Rio de Janeiro continua lindo. O Rio de Janeiro, continua sendo… Alô, alô, gente boa, aquele abraço!

Dentre praias e morros há 1.400 comunidades ‘governadas’ pelo tráfico sob a chefia do Crime Organizado. E, para os safardanas travestidos de defensores dos ‘direitos humanos’, só os bandidos podem ter direito ao porte e ao uso de armas. Para esses hipócritas sociais é crime hediondo polícia matar bandido.

Sergio A O Sequeira


Largado por Zoto | largados comentaram ( 16 ) | Visualizações: 214


16 respostas para “FRASE DO DIA”

  1. Anônimo disse:

    Em 1970 como dizia a música o Brasil tinha 90 milhões de ações em um só coração, agora são o doblo ou mais e democracia.

  2. Anônimo disse:

    O ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone foi preso nesta quarta-feira (25) no Aeroporto de Viracopos em Campinas. Segundo informações do portal GE.com, o britânico de 91 anos foi detido por porte ilegal de arma.

    Ecclestone estava no Brasil há cerca de um mês e tentava embarcar para a Suíca em voo particular, quando a máquina de raio-x detectou uma pistola calibre 32, sem documentação dentro de uma das suas malas.

  3. Edson disse:

    “E, para os safardanas travestidos de defensores dos ‘direitos humanos’, só os bandidos podem ter direito ao porte e ao uso de armas. Para esses hipócritas sociais é crime hediondo polícia matar bandido” coisa horrível, pior que isso, sua opinião está de acordo com o statuo quo presente. “Fora absurdices e burrices desse genero tao escroto.

  4. Edson disse:

    São piores que os bandidos mortos, porque usam a farda, armas e balas do Estado “pagos com impostos” , para fazer limpesa etica, moral e racial.

  5. Zé Dirceu - Não sou o do mensalão disse:

    O que a imprensa não fala é que o Rio já está em situação de guerra urbana há muito tempo. Regiões onde a polícia não entra, bandidos fortemente armados (com armas de uso exclusivo das forças armadas), polícia achincalhada pela imprensa e ainda tem gente que defende os “coitadinhos” dos marginais.
    Sem o uso de força superior o crime nunca será derrotado. E a quem interessa essa situação?

  6. Edson disse:

    Não é defesa de “marginais coitadinhos” nem o que a imprensa divulga. O “cerne e o berne” está naquilo que defendemos.

  7. Furtman disse:

    Aqui em Fortaleza dois PRFs foram mortos por um vagabundo e um policial a paisana passou e detonou o sujeito. Na TV Verdes Mares (afiliada da globo) no dia seguinte a manchete era assim: “Policiais rodoviários são mortos e suspeito é assassinado por policial de folga”.

  8. Edson disse:

    Aqui um cachorro mordeu um motoqueiro. O motoqueiro voltou com seu carro e atropelou o cachorro. E aí…vamos acabar com todos os cachorros que mordem motoquerios ou matar todos os motoqueiros que atropelam cachorros?

  9. Zé Dirceu - Não sou o do mensalão disse:

    Edson, não. Vamos acabar é com a impunidade. Tem duas coisas aí que precisam ser corrigidas. Primeiro, cachorros de rua não deveriam existir e muito menos cachorros que os donos deixam soltos por aí e também o motoqueiro deveria ser preso por maltratar animais. Corrigindo essas duas coisas resolve este tipo de problema.
    Ficar inventando situação para defender ponto de vista não resolve o problema.
    Se você acha que a polícia impor a lei e a ordem não é a solução então indique qual você acha que é solução. Como você acha que a situação do Rio pode ser resolvida?

  10. Zé Dirceu - Não sou o do mensalão disse:

    O pessoal dos “direitos dos manos” gosta de falar bonito e cobrar dos outros mas não apresentam solução. Algum tempo atrás, aqui em São Paulo, assisti a uma palestra sobre segurança pública -não sou policial e nem sou da área mas o tema me interessa- e um dos palestrantes veio com essa pérola:
    – O policial em vez de atirar deveria dialogar. Quando a polícia entra em comunidades deve usar o diálogo pra conter a violência.
    No fim da palestra um dos ouvintes pediu a palavra e se dirigiu ao tal palestrante mais ou menos assim:
    – Senhor, quase todos aqui na plateia são policiais como eu. Nós não recebemos treinamento para dialogar e sim para conter a violência. Acho que seria muito importante que o senhor liderasse a próxima ação da PM em alguma comunidade. O senhor poderia ir com um uniforme de policial na frente e mostrar para todos nós como dialogar com marginais enquanto se é recebido a bala. Todos nós queremos aprender e fazer um bom serviço.
    O tal palestrante engasgou, ficou p. da vida e cortaram o som do microfone do camarada que estava falando.
    Resumindo, é muito fácil falar para não reagir aos tiros quando se está em uma sala com ar condicionado mas na vida real a coisa é muito diferente. O pessoal fala, fala, fala mas não apresenta nada concreto.
    O que resolve mesmo é a política de tolerância zero com a criminalidade. Mas para ter sucesso tem que haver vontade política.

  11. Edson disse:

    Opa !!!! entendeu então…tem que é acabar com a impunidade. Estamos de acordo plenamente, e na situação do cachorro tambem concordo. mas não foi isso que li no “post” …safardanas travestidos de defensores dos ‘direitos humanos’, só os bandidos podem ter direito ao porte e ao uso de armas. Para esses hipócritas sociais é crime hediondo polícia matar bandido… em momento algum voce se referiu a acabar com a Impunidade, vi o seu ataque aos defensores dos direitos humanos e uma certa discrepancia quando voce afirma que só bandido tem direito ao porte de armas….avhei ridiculo,,,mas afinal temos problemas de interpretação da lei e de textos.

  12. Z👓TO disse:

    Deusolivreguarde que alguém se meta a repetir o jargão “polícia é polícia; bandido é bandido! ”.

    Sergio A O Sequeira

  13. Zé Dirceu - Não sou o do mensalão disse:

    Opa!!!! Você está confundindo as coisas. O post inicial não é meu.
    E até que a declaração não está de todo errada. Afinal de contas o pessoal dos “direitos dos manos” é contra a população civil ter armas para se defender mas nunca falou nada sobre coibir o contrabando de armas.
    Outra coisa é a sua precipitação em julgar e já condenar os policiais sem saber o que e como aconteceu.
    Por enquanto, policiais criminosos são aqueles lá de Sergipe que torturaram e mataram um deficiente mental.
    O caso do Rio tem que ser investigado mas o pessoal gosta de sair logo acusando mesmo que nada tenha sido investigado. Eu me lembro bem do caso de uma tal Escola de Base aqui em São Paulo onde uma mãe acusou os proprietários e funcionários da escola de seviciarem menores. Antes mesmo de qualquer investigação a polícia e o pessoal “engajado nas causas sociais” julgou e condenou funcionários e proprietários da escola. Quando a polícia apurou a mãe do aluno é que era desequilibrada e as acusações não tinham fundamento. Mas já era tarde pois os envolvidos já tinha ficado estigmatizados e rotulados.
    No caso do Rio a imprensa já está chamando de chacina (chacina é assassinato em massa sem que os mortos tenham qualquer possibilidade de defesa) e o pessoalzinho apressado já está chamando os policiais de assassinos pagos pelo estado. Isso tudo antes de qualquer apuração.

  14. Beto, o laranja disse:

    eu não ia entrar nessa discussão, mas não posso me omitir a respeito.
    Eu acho que quando a policia chega perto desses marginais ela deve atirar só pro cara parar…

    …de respirar!

  15. Anônimo disse:

    Sobre o tópico n.2- ninguém falou nada.
    Diz que o velhão ficou desde ÁS 20 HORAS ATÉ ´AS 5 DA MANHÃ E PAGOU UM FIANÇA DE 6 MIL REAIS.

  16. Anônimo disse:

    NÃO É UM FRANGUINHO NA PANELA E SIM UMA GARRUCHA NA MALA.

Deixe um comentário

*