21 de junho

PRIVATIZAR A PETROBRAS VAI CONTRA TODOS OS INTERESSES DE QUEM A USA COMO LUCRATIVO APARELHO DA MÁQUINA PÚBLICA.

Em janeiro de 2003, quando o Brasil se distraiu e Lul@lcapone subiu a rampa do Palácio do Planalto, a Petrobras tinha 46.743 trabalhadores próprios. 13 anos depois, lá pelo glorioso ano de 2016, tinha 78.470 empregados, 68% de aparelhamento em forma de boca-rica.

Naquele já distante 2003, a Petrobras era a 2ª no ranking das maiores empresas das Américas, com o seu valor de mercado chegando a 309,480 bilhões de dólares. Em janeiro de 2016, Lul@lcapone entregou a Petrobras para o seu poste iluminado, ostentando a 249ª colocação no ranking, valendo 17.834 bilhões de dólares. 

Agora, já em 2021, a Petrobras tinha 45.531 empregados, quase 13% a menos do que ostentava em 2020. Daí o desespero e o desatino dos ‘operadores’ e balconistas luláticos, diante da iminência de privatização desse enorme, incomensurável e lucrativo aparelho da máquina pública.


Largado por Zoto | largados comentaram ( 6 ) | Visualizações: 143


6 respostas para “FRASE DO DIA”

  1. Anônimo disse:

    I VALOR DA PETROBRÁS COMO O TEXTO DIZ É IMENSURÁVEL, NÃO POR AÇÕES QUE NÃI INTERESSA, MAIS PARA O PATRIMÕNIO EM SI, NINGUÉM NO MUNDO TERIA CAPITAL PARA COMPRA-LA, VALE OS 5 TRILHÕES.

  2. Anônimo disse:

    cOMO PRIVATIZAR A PETROBR´S?
    Se ela o que parece já está privatizada a muito tempo- pelo que parece querem é entregar a parte qie pertence ao Brasil- ademais não é inconstitucional visto que parece incluido as jazidas que são bens inalienáveis da União?
    Sei lá…

  3. ney freire prates disse:

    Se não há dinheiro para comprá-la (o que é uma falácia), podemos privatiza-la em fatias, vendendo as ramificações (Petrobras distribuidora, Transpetro, Liquigás… e por aí vai), o que já vai diminuindo os cabides da petralhada e do lularápio.

  4. Jacinto Pulga disse:

    Que os assuntos infraconstitucionais sejam resolvidos mais rapidamente por medidas provisórias. Medidas que possam melhorar a Lei das Estatais, que permita uma maior sinergia entre as estatais e o governo do momento. O que se aprovou lá atrás, muito em cima do rebote das operações (da Lava-Jato), que o Brasil passou, transformaram as estatais em seres autônomos e com vida própria, dissociadas do governo do momento.
    Presidente da câmara quer quer que volte ao status quo ante através de medida provisória.

  5. Zé Dirceu - Não sou o do mensalão disse:

    Indo direto ao ponto:
    Não basta só privatizar, tem que acabar com o monopólio. Abrir espaço para a concorrência pois só assim o consumidor sairá beneficiado. Isso é, se as tais “agências reguladoras” não meterem o bedelho e criarem mais um cartel.
    A legislação brasileira precisa ser modificada para desregulamentar a economia e acabar com os monopólios e cartéis. Sem isso o consumidor sempre pagará o pato.

  6. Blablabla disse:

    Lembram da telesp e outras bandeiras que cada estado mantinham..????

Deixe um comentário

*