23 de outubro

Largado por Zoto | largados comentaram ( 8 ) | Visualizações: 70


8 respostas para “TRIBUNA LIVRE”

  1. Beto, o laranja disse:

    Anny acordou cedo hoje e foi fazer exames, logo logo ele vem nos contar como foi a experiência do dia…

  2. Máximo Ternura disse:

    Mais a noite ele senta no computador pra relatar.

  3. anonimo disse:

    Essas mulheres maravilhosas que gostam de fazer bondade, aviso que
    sou um cara carente e preciso que alguma de pra mim.

  4. anonimo disse:

    M.T. não se esquece do Paulão, esqueceu só do Superior.

  5. anonimo disse:

    Ao turma que ia entrar de graça no clássico se deu mal.
    Puseram-no n cadeia.
    Eu fiquei pensando se tinha crime consumado ou só tentativa.
    Reunião para cometer crime.

  6. anonimo disse:

    O que cantaria o B,B. ou o Piteco essa manhã, se viu ontem poderia se lembrar
    e cantarolar:
    e nós românticos
    Somos ridículos
    Talvez lunáticos
    Só por amar

    Somos cafonas, sim
    Isso é conosco
    E nunca
    Com ninguém mais

    Somos cafonas sim
    nós aceitamos
    E que nos deixem em paz (3x)

    Boa noite professor Girafales
    Até sempre Dona Florinda

  7. anonimo disse:

    Criminalizaram tudo.
    Pois aquilo que vcs faziam nos anos 90- ou seja, cantar a mulherada,tirar um sarro dos outros, hoje é crime , cadeia e
    indenização.

  8. Luiz I disse:

    Magnólio dizia que conheceu o Mané Inácio e que seu rancho ficava
    a beira mar, quase no canto da praia e na parede tinha um rabo de
    arraia seco que era grosso no punho e afinava até a ponta, media uns 80cm, e que viu o Mané Inácio usar uma vez.
    É que um viadinho( NÃO SEI SE SE PODE CHAMAR ASSIM) chamado Manuelzinho da Percilha tinha voltado do Rio e veio aviadado com cabelos e roupas extravagantes e só para atiçar cismou de passar rebolativo em frente ao rancho do Mané Inácio que costurava uma rede de malha.
    Gritaçada geral, o velho Mané Inácio pegou o rabo de arraia e saiu
    em disparada atrás do Manuelzinho que para não encarar a realidade disparou como um foguete deixando o Mané Inácio a milhas de distância.
    Ao longe se ouvia… eu te pego, tu passas aqui pela frente tu vai ver o que é bom pra tosse, vais voltar a ser macho na marra.

Largue aqui