13 de abril

Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 6 )

                                          

19 de março

Um homem morreu e foi ao seu Julgamento. Uma vez lá, os anjos lhe disseram:

“Antes de se encontrar com Deus, devemos lhe dizer que verificamos sua vida e, honestamente, não encontramos qualquer coisa que você tenha feito particularmente boa ou má, então não sabemos bem o que fazer. Você pode nos dar algum exemplo que nos ajude a tomar uma decisão? “

A alma recém-chegada pensou por um momento e respondeu:

“Sim! Uma vez eu estava dirigindo e vi uma pessoa sendo atacada por uma gangue. Então, eu não pensei duas vezes, tomei coragem e fui em direção a eles. Tinha um cara grande, musculoso, com um piercing no lábio. Bem, eu arranquei o piercing dele com toda a minha força e disse que era melhor que sua gangue parasse de incomodar o rapaz, ou eles teriam que lidar comigo!”

“Uau, impressionante! Quando foi isso?”, perguntou um dos anjos.

“Olha, foi uns três minutos atrás”, respondeu o rapaz.


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 3 )

                                          

17 de março

Um policial federal vai a uma fazenda e diz ao dono, um velho fazendeiro:

– “Preciso inspecionar sua fazenda. Há uma denúncia de plantação ilegal de maconha.” O fazendeiro diz:

– “Ok, mas não vá naquele campo ali.” E aponta para uma determinada área. O oficial, P… da vida, diz, indignado:

– “O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo?” E tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro:

– “Este crachá me dá a autoridade de ir onde quero…. e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? Me fiz entender?”

O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo.  

Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o oficial do governo federal correndo para salvar sua própria vida perseguido pelo Adamastor, o maior touro da fazenda.

O fazendeiro larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita:

– Mostra o crachá, mostra o CRACHÁ!


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 2 )

                                          

16 de março

Quando o agricultor instala um novo equipamento de ordenha em sua fazenda, ele mal pode esperar para experimentá-lo.

Mal sabia ele que seu excesso de entusiasmo o colocaria em apuros…

Este fazendeiro encomendou uma máquina de ordenha de alta tecnologia. O kit finalmente chegou… Então, assim que sua esposa sai para fazer compras na cidade, ele decide experimentá-lo.

Então ele inseriu seu “membro viril” no kit, ligou o interruptor e tudo o mais foi automático.

O homem descobre que a nova máquina lhe dá muito mais prazer do que sua esposa.

Quando a diversão acaba, ele tenta extrair sua genitália, mas não consegue… Ele lê o manual de instruções, mas não consegue encontrar nenhuma informação sobre como desengatar. Ele aciona sem sucesso todos os botões da máquina.

Ele finalmente decide ligar para o atendimento ao cliente do fabricante. “Graças a Deus estou com o celular no bolso”, pensa.

– Fazendeiro: “Olá, acabei de receber um equipamento de ordenha. Funciona muito bem, mas como faço para retirar a teta da vaca?”

“Ah, é muito simples. Não se preocupe”, responde o agente.

“A máquina liberará automaticamente assim que coletar 7,5 litros de leite. Tenha um bom dia!”


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 3 )

                                          

20 de fevereiro

Em sua pequena cidade, um casal era famoso porque o marido tinha 102 anos e a esposa 98, e ambos estavam em ótimas condições, trabalhavam na fazenda todos os dias e tinham corpos de gente bem mais jovem.

Um dia, um visitante da aldeia, curioso sobre o casal, abordou o velho em sua fazenda.

O velho estava cortando lenha sem camisa, o suor brilhando em um corpo que parecia pertencer a um homem com metade de sua idade. O visitante se apresentou e perguntou ao velho:

“Ouvi dizer que você tem 102 anos!”

“Está certo.” o velho disse com um sorriso.

“Uau, devo dizer, você está em uma forma incrível!”

“Obrigado.” O velho disse humildemente.

“Você se importa se eu perguntar-”

“-Como sou tão saudável na minha idade?” o velho terminou. “Ajude-me a levar esta madeira para casa e eu lhe direi.”

O visitante aceita e entra.

“Veja”, disse o velho, “estou casado há 75 anos. Agora, quando nos casamos, fiz um pequeno acordo com minha esposa: cada vez que tivéssemos uma discussão, o perdedor deveria correr por 5 quilômetros. Como temos um casamento bastante típico – corro 5 km quase todos os dias há 75 anos! É por isso que estou na ótima forma que estou.”

“Mas se for esse o caso”, disse o perplexo visitante, “como é que sua esposa também está em tão boa forma?”

“Bem”, o velho sorriu, “geralmente ela corre atrás de mim para conferir se eu corri mesmo os 5 quilômetros”.


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

13 de fevereiro

Um senhor muito religioso que vivia no interior tinha um filho que estava chegando no momento de decidir que profissão seguir.

Como tantos jovens, o rapaz não sabia ainda o que queria fazer da sua vida mas não parecia muito preocupado com o assunto.

Certo dia, quando o garoto estava na escola, o homem resolveu fazer uma experiência. Foi até o quarto do jovem e pôs sobre a escrivaninha dele quatro objetos: uma Bíblia, 10 dólares, uma garrafa de Jack Daniel’s e uma revista Playboy.  

O homem planejava esconder-se atrás da porta para ver qual objeto que seu filho escolheria ao chegar.

“Se ele escolher a Bíblia, será um pastor… Que alegria para mim!

Se escolher os dólares, será um homem de negócios, o que também é bom.

Mas se ele escolher a garrafa será um bêbado, que vergonha me daria!

Pior ainda se escolher a revista, pois será um mulherengo sem cura”, pensava o pai enquanto esperava o retorno do filho.  

Finalmente, o ansioso pai ouviu os passos do jovem subindo as escadas e assobiando.   Ao entrar no quarto, o rapaz atirou sua mochila na cama e, ao virar-se, viu os quatro objetos na escrivaninha.

Curioso, aproximou-se deles para ver melhor.   Finalmente, o garoto pega a Bíblia e enfia debaixo do braço. Em seguida, pega os dólares e o põe no bolso e, por último, abre a garrafa de Jack Daniel’s e bebe vários goles enquanto admira a Playboy.  

“Valha-me Deus!”, pensou o senhor, indignado, “meu filho vai ser político!”


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 3 )

                                          

2 de dezembro

Um casal que teve seu primeiro encontro decide ir para um hotel para consumar o início de uma aventura amorosa. Quando estão a caminho do hotel, o homem percebe que não tem dinheiro e combina com a mulher que ela cuidará dos R$ 300 que custariam a diária, e que no dia seguinte ele devolveria para ela .

Com efeito, no dia seguinte, conforme prometido, o homem decide enviar-lhe um cheque através da sua secretária, mas para que ela não saiba da relação que existia entre os dois, ele faz-lhe entender que o dinheiro é um pagamento referente ao aluguel de um apartamento.

No entanto, ele decide enviar um cheque de apenas R$ 200, em vez dos R$ 300 acordados, e apresenta os seguintes motivos:

Prezada senhora: Estou lhe enviando R$ 200 em vez dos R$ 300 acordados como pagamento do apartamento que aluguei, porque esperava outra coisa:

1. Eu estava esperando um apartamento novo.

2. Que tivesse aquecimento. 3. Que fosse pequeno e acabou sendo exatamente o contrário, porque era usado, era frio e grande. Sinceramente, Sr. Insatisfeito.

Ao receber isso, a mulher responde:

Prezado Senhor Insatisfeito: Estou devolvendo seu dinheiro porque realmente não preciso dele, mas devo lhe dizer com referência ao que diz sua carta, que o senhor precisa saber:

1. Que um apartamento tão lindo não poderia ser totalmente novo.

2. Que certamente o senhor não soube ligar o aquecimento.

3. Que não é minha culpa que o senhor não tenha mobília suficiente para encher o apartamento. Sinceramente, A proprietária


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

25 de novembro



Reunião da turma


Um grupo de amigos de 50 anos discutia para escolher o restaurante onde iriam jantar. Finalmente, decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque as garçonetes usavam mini-saias e blusas muito decotadas.


Dez anos mais tarde, aos 60 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque a comida era muito boa e havia uma excelente carta de vinhos.

Dez anos mais tarde, aos 70 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque lá havia uma rampa para cadeiras de rodas e até um pequeno levador…


Dez anos mais tarde, aos 80 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Finalmente, decidiram-se pelo Restaurante Tropical. Todos acharam que era uma grande ideia porque nunca tinham ido lá…


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

15 de novembro

Um velhinho de 80 anos foi preso por roubar em um supermercado. 

Quando levado à presença do delegado, ele perguntou:

— O que o senhor roubou? E ele respondeu:

— Um pacote pequeno de pêssegos.

— E qual foi o motivo do roubo, meu senhor?

— Eu estava com vontade de comer pêssego, seu Delegado.

— E quantos pêssegos tinha dentro da embalagem?  

— Quatro pêssegos. O delegado então dá a sentença:

— Então eu vou prender o senhor por quatro dias. Um dia para cada pêssego.

Mas antes que o delegado pudesse terminar, a velhinha, esposa do velhinho, que estava acompanhando o caso, perguntou se poderia falar sobre o acontecido. O delegado autorizou e eles foram falar separadamente.

Então a velhinha fala baixinho:

— Eu queria só acrescentar que ele também roubou uma lata de ervilhas!


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

14 de novembro

Um grupo de amigos resolveu ir acampar, mas ninguém queria dividir a barraca com Jorge, pois ele roncava demais.

Eles decidiram que não era justo que só um deles dormisse ao lado de Jorge todas as noites, e resolveram que iriam revezar.

    Na primeira manhã, o moço que dividiu a barraca chegou com olheiras, descabelado, com aparência péssima. Todos perguntaram,

“Cara, o que aconteceu com você?”

Ele disse: “O Jorge roncou demais, eu passei a noite inteira acordado, olhando pra ele”.

Na noite seguinte, foi a vez de um moço diferente. Na parte da manhã, a mesma coisa – cabelo todo em pé, olhos inchados. Novamente, todos perguntaram,

“Cara, o que aconteceu com você?”

E o moço responde: “O Jorge ronca tanto que até chacoalhava a barraca. Fiquei olhando pra ele a noite inteira”.

A terceira noite foi a vez de Pedro. Pedro era um homem forte, musculoso, campeão de jiu-jitsu. Na manhã seguinte, ele surge para o café da manhã com uma expressão ótima e excelente bom humor.

“Bom dia”, disse ele sorrindo.

Eles não podiam acreditar! Perguntaram:

“Cara, o que aconteceu?”

Ele disse: “Bem, antes de dormir, fui até a cama do Jorge, dei um tapinha no seu bumbum, e um beijo de boa noite. Ele passou a noite inteira acordado, me olhando…”


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

30 de outubro

A professora de português passou uma tarefa para os alunos da sala: escrever uma redação sobre os avós. Todos então foram para a casa e, no dia seguinte, a professora pediu para que alguns alunos lessem a redação para os coleguinhas.

E ela começou justamente pelo Joãozinho.

— Bom dia, Joãozinho. Fez a redação sobre os seus avós?

— Fiz sim, professora.

— Ótimo. Então pode ler para nós em voz alta.

E ele então começa:

— Eu tenho duas avós e um avô. O meu avô Genário é muito legal. Ele me dá dinheiro para o lanche na escola, compra sorvete e sempre me leva para passear. Já do meu outro avô eu quase não me lembro, mas meu pai me disse que ele também era muito legal.

Quando eu ficar velhinho, quero morrer como ele morreu: dormindo. E…  

A professora o interrompe:

— Desculpe, Joãozinho, você já continua a ler. Só uma pergunta: o seu avô morreu dormindo?

— Foi sim, professora.

— E por que você escreveu que quer morrer assim, Joãozinho. Você ainda é um menino!

E o Joãozinho responde:

— Ué, professora… melhor morrer dormindo do que morrer assustado, como os passageiros do ônibus que ele estava dirigindo!


Largado por Zoto | 1 largado comentou

                                          

15 de outubro

O Professor Serginho, que leciona Biologia numa escola particular só para meninas pré-adolescentes, pergunta durante a aula:

“Patrícia, você poderia nos dizer qual é o órgão do corpo humano que, nas condições apropriadas, expande até seis vezes o seu tamanho normal, definindo também essas condições?”

Patrícia engoliu em seco e disse, mal controlando sua indignação:

“Professor Sergunho, acho que essa não é uma pergunta adequada para o senhor me fazer. Pode ter certeza de que meus pais vão saber disso.

” E sentou-se, com o rosto vermelho.

Sem se perturbar, o Professor Serginho chamou Mariana, outra aluna, e fez a ela a mesma pergunta. Mariana, bem compenetrada, respondeu:

“É a pupila dos olhos, quando em ambiente com pouca luz.”

“Correto,” diz o Prof. Serginho.

“E agora, Patrícia, eu quero lhe dizer 3 coisas:

Uma, você não estudou a lição; duas, você tem a mente suja. E três: um dia, você vai ficar muito decepcionada.”


Largado por Zoto | Largue primeiro

                                          

12 de outubro

A Agência Aeroespacial Americana estava com um grande projeto para finalmente começar a habitar o planeta Marte, mas queriam encontrar o profissional perfeito para ser o primeiro a chegar lá. No entanto, havia um problema: era muito provável que essa pessoa não poderia voltar à Terra. Eles então entrevistaram o primeiro candidato, um político que se dizia muito honesto, e perguntaram-lhe quando ele cobraria para ir a Marte. Ele respondeu:

— Eu quero um milhão de dólares, e assim posso doar para o meu partido.

O segundo candidato era um médico, e também perguntaram a ele o valor cobrado para ir a Marte, e ele respondeu:

— Dois milhões de dólares, porque quero deixar um milhão para a minha família e doar a outra metade para um centro de pesquisas médicas e científicas.

Por fim, chega um terceiro candidato: um advogado. Quando fazem-lhe a pergunta sobre o valor a ser cobrado, ele responde:

— Eu quero três milhões de dólares.

O responsável pela seleção se assusta com o valor e pergunta:

— Mas por que você quer cobrar tão alto, muito mais que os outros candidatos?

E o advogado responde:

— Veja bem… se vocês me derem três milhões, eu te dou um milhão, o outro milhão fica comigo e com o milhão restante nós mandamos o político para Marte.

O que acha?


Largado por Zoto | Largue primeiro

                                          

29 de setembro

Um chefe da máfia descobre que o contador tinha desviado 10 milhões do seu dinheiro para sua conta privada.

Como ele era surdo, foi admitido na máfia, porque, no caso de uma eventual detenção e julgamento, não poderia agir como uma testemunha.  

O patrão decidiu confrontá-lo e pedir seus 10 milhões, mas levou seu advogado, que conhecia bem a linguagem dos sinais, pois ele não conseguia comunicar-se daquela forma.

Então o chefe pede ao contador:  

”Onde estão os 10 milhões que você me roubou?”  

O advogado, utilizando a linguagem de sinais, pergunta ao contador e ele responde com sinais: 

”Eu não sei do que vocês estão falando!”

O advogado então traduz para o chefe:

”Ele diz que não sabe do que estamos falando”, respondeu o advogado. 

O mafioso então saca uma pistola calibre 38 e aponta para a cabeça do contador, gritando: 

”Pergunte novamente, senhor advogado, e fale que eu vou matá-lo se ele não abrir a boca agora.” 

O advogado assustado repete todas a palavras do chefe. 

O contador então decide responder:

”Ok, você ganhou essa, o dinheiro está em uma pasta de couro marrom enterrada no jardim da casa do meu primo Enzo, no número 400, Rua da Paixão, bloco 6, em Santa Cecília”.

O mafioso pergunta ao advogado o que ele tinha respondido: 

– ”O que é que ele disse?”  

O advogado respondeu: 

“Ele disse todo confiante que não tem medo de morrer e que você, além de burro, não é homem o suficiente para puxar o gatilho!”


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 4 )

                                          

25 de setembro

Elisabete chega furiosa ao escritório de advocacia, ansiosa para falar com o advogado. Ela entra, senta e já dispara:

— Doutor, é o seguinte. Eu não vou me prolongar. O meu motivo para vir aqui com tanta urgência é o seguinte: eu vou me separar do Valdir!

O advogado, que trabalha com a família há anos, tenta persuadi-la a não tomar essa decisão.

— Mas, Dona Elisabete… Você estão casados há menos de 10 anos. Crises são normais em casamentos.

— Não adianta, doutor, eu quero o divórcio! Vim aqui para saber qual é o procedimento.

O advogado tenta convencê-la uma, duas, três vezes, mas não tem jeito mesmo – ela quer o divórcio.  

— Tudo bem, Dona Elisabete. Já que a senhora realmente quer isso, vamos em frente. É um direito seu. Mas, antes de tudo, sem querer ser intrometido, posso saber por que o porquê da senhora querer se divorciar a todo custo?

Ela responde, muito brava:

— É simples, Doutor. O Valdir simplesmente não dormiu em casa na última noite! 

— É mesmo? Mas ele deu alguma satisfação?

— Sim. Disse que ficou fora porque passou a noite com o irmão. — Ah, entendi! E a senhora descobriu que era mentira? E Elisabete responde:

— Claro que era mentira! Quem passou a última noite com o irmão dele fui eu!


Largado por Zoto | Largados Comentaram ( 4 )