24 de fevereiro

Largado por Zoto | largados comentaram ( 9 ) | Visualizações: 118


9 respostas para “TRIBUNA LIVRE”

  1. Piteco disse:

    Manhã-de-sol,equatoestáfresco-passeia-se…
    dia…

  2. Gato Pardo disse:

    Pelo visto, o carnaval já era.
    Sempre as mesmas “celebridades”, nada de novo no front.
    Só as figurinhas carimbadas.

  3. Gato Pardo disse:

    E o Faustão disse que quase foi padre.
    Pelo que eu sei , ele foi coroinha , no tempo que o padres não comiam coroinhas.

  4. Piteco disse:

    Ele-é-da-GloBo,que-incentiva-a-diversidade,não-se-impressione-se-ele-daqui-uns-tempos,ele-apresentar-seu-marido.
    Hoje-em-dia-quem-duvida-ve…

  5. Beto, o laranja disse:

    è, a coisa tá feia, hoje em dia antes de paquerar uma “pessoa”, voce tem que perguntar antes se é homem ou se é mulher.
    kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Bom dia Pit, Bolcat e demais largados que virem comentar…

  6. Piteco disse:

    Ei-Zoto,tem,LoBão-do-traje-a-rigor…hihihi

  7. Piteco disse:

    Leoni, ex-Kid Abelha: “Roger sempre foi liberal, mas o Lobão gosta é de polêmica”

  8. Bijuteria disse:

    Duvido, o Lobão tá mandando lenha no Bolso, o Zoto não vai dá mais combustível.

  9. Anonimo disse:

    UM SALTO ENORME – Os números da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que em 2010 a importação de gasolina ficou em 3,2 milhões de barris. De lá para cá houve um salto enorme e, no ano passado, as importações chegaram a mais de 30 milhões de barris, quase dez vezes mais que há uma década. O mesmo aconteceu com diesel: em 2000 eram pouco mais de 36 milhões de barris importados e em 2019 o número passou de 80 milhões.

    A explicação para a crescente importação de derivados e dos preços altos, segundo especialistas, está em uma série de fatores, mas basicamente podem ser resumidos em quatro pontos: o aumento do consumo, a baixa capacidade das refinarias instaladas no Brasil, a qualidade do petróleo produzido pelos poços brasileiros, a alta carga tributária sobre combustíveis e a influência dos preços no mercado internacional.

Largue aqui